1ª SEMANA – 06 A 09/04/2020 – CONTEÚDOS E LINKS

9º ano

1º semana do ensino a distância.

Ciências – 2 aulas

  • 1º aula

Em nossa última aula de ciências, estávamos falando sobre Células haplóides e diplóides, divisão celular, cromossomos e a 1º Lei de Mendel. A avaliação já foi realizada e a recuperação será realizada em casa e entregue na próxima semana.

  • 2° aula

O próximo conteúdo – Evolução dos seres vivos (capítulo 11, página 225), fala sobre a importância dos registros fósseis, o conceito de evolução, as idéias de Lamarck e Darwin e as teorias sobre a origem da vida.

Capítulo 11

Evolução dos Seres Vivos

Objetivos:

  • Apresentar os conceitos de órgãos vestigiais e teoria da evolução das espécies para explicar determinadas características dos seres vivos;
  • Relacionar evolução, adaptação e seleção natural.

A origem da vida ainda é um mistério para a Biologia, entretanto, várias teorias existem para tentar explicar esse importante momento da história do planeta.

Até o presente momento, a Teoria do Big Bang é utilizada para explicar o surgimento da Terra. Acredita-se que nosso planeta se formou há 4,5 bilhões de anos e, durante cerca de um bilhão de anos, sofreu processos importantes, como seu resfriamento, viabilizando o surgimento da vida.

Abiogênese x biogênese

Abiogênese – A vida poderia surgir a partir da matéria sem vida. A partir de um ‘princípio vital’ presente no ar.

Biogênese – A vida surge de uma vida pré-existente por meio da reprodução.

Experimento de Redi

Em seu experimento, Redi colocou pedaços de carne em dois frascos abertos, cobrindo um deles com uma fina camada de gaze.

Após instantes da preparação, analisou que os dois frascos ficaram rodeados por moscas, mas elas só podiam pousar no pedaço de carne contido no frasco descoberto.

Transcorridos alguns dias, com a matéria orgânica decomposta, notou o surgimento de larvas apenas no frasco aberto, concluindo, então, que as larvas surgiram do desenvolvimento de ovos colocados pelas moscas, e não da carne em putrefação, dotada de fonte de vida. A carne somente contribuía com um meio propício para atração de moscas, deposição de ovos e eclosão de larvas.

Experimento de Louis Pasteur

No experimento, Pasteur adicionou um caldo nutritivo a um balão de vidro com gargalo alongado. Em seguida aqueceu o gargalo, imprimindo a esse um formato de tubo curvo (pescoço de cisne). Após a modelagem prosseguiu com a fervura do caldo, submetendo-o a uma temperatura até o estado estéril (ausência de micro-organismo), porém permitindo que o caldo tivesse contato com o ar.

Depois de alguns dias, ao verificar a não contaminação, Pasteur quebrou o gargalo, expondo o caldo inerte aos micro-organismos suspensos no ar, favorecendo condições adequadas para a proliferação de germes.

  • Se a vida surgia de outra vida, como teria surgido a primeira vida???

            Evolução química

Essa teoria propõe que a vida surgiu a partir do arranjo entre moléculas mais simples, arranjo esse aliado a condições ambientais peculiares, o que resultou na formação de moléculas cada vez mais complexas até o surgimento de estruturas dotadas de metabolismo e capazes de se autoduplicar, dando origem aos primeiros seres vivos.

            Hipótese autotrófica

Acredita-se que o primeiro ser vivo era autotrófico. Dois motivos justificam sua ampla aceitação: 1) até o surgimento da fotossíntese, o planeta provavelmente não apresentava moléculas orgânicas suficientes para sustentar as multiplicações dos primeiros seres vivos; 2) em razão da instabilidade do planeta, esses organismos só conseguiriam sobreviver se estivessem em locais mais protegidos, como fontes termais submarinas dos mares primitivos.

Evolução das espécies

De acordo com o princípio da evolução das espécies que habitaram e habitam o nosso planeta, é de conhecimento que elas não foram criadas independentemente, e sim que são descendentes de outras espécies, isto é, estão todas ligadas por laços evolutivos.

Criacionismo

Baseava-se no livro Gêneses, onde afirmava que as espécies eram fixas e imutáveis ao longo do tempo, isto é, as espécies permaneciam no mesmo formato, desde sua criação, seres inalterados até os dias de hoje, com o passar dos milhares de anos.

Evolucionismo

Dentro da teoria da evolução das espécies, encontramos o evolucionismo que admite mudanças nos seres vivos até os dias de hoje, com base nas teorias de Lamarck e Darwin

Lamarck

Teoria desenvolvida por Jean Baptiste Lamarck, que viveu no ano de 1744 e morreu em 1829. Diz que as características adquiridas durante a vida, em decorrência da lei do uso e desuso, são transmitidas aos seus descendentes, isto é, informa que o uso constante de um determinado órgão determina a sua hipertrofia e o seu desuso a sua atrofia.

teoria de Lamarck usa como exemplo a girafa que vive em lugares onde o solo é de um modo geral, seco e sem capim, sendo assim, esse animal se viu obrigado a buscar alimentos em folhas e brotos no alto das árvores. Com o hábito de forçar a se esticar para cima, ao longo do tempo, resultou no alongamento de suas pernas anteriores e pescoço.

Darwin

Teoria desenvolvida por Charles Darwin, que viveu no ano de 1809 e morreu em1882. Darwin formulou a teoria da seleção natural. Ao viajar para a Argentina encontrou fósseis de preguiça e de tatus gigantes, bastante semelhantes aos atuais, Darwin percebeu então que havia algumas diferenças a depender do local onde o animal era encontrado.

Darwin passa a perceber que a origem das espécies e a adaptação ao meio ambiente eram processos muito relacionados.  Sua teoria recebeu influências da teoria de Lamarck em relação à lei da herança dos caracteres adquiridos e de Thomas Malthus, que diz que a população cresce em progressão geométrica e o alimento em aritmética, preconizando com isso uma luta pela sobrevivência.

Princípios básicos da teoria de Darwin

  • Indivíduos de uma mesma espécie apresentam variações;
  • Todo organismo tem capacidade de reprodução, produzindo muitos descendentes, no entanto apenas alguns desses descendentes irão chegar à idade adulta;
  • Existe uma grande luta pela sobrevivência, pois apesar de nascerem muitos seres, poucos atingem a maturidade, mantendo constante o número de indivíduos na espécie;
  • Na busca pela sobrevivência organismos com variações favoráveis possuem maiores chances de sobreviver;
  • Organismos com variações vantajosas têm maiores chances de deixar sobreviventes, através da transmissão de caracteres de pais para filhos;
  • Ao longo das gerações a atuação da seleção natural, mantém ou melhora o grau de adaptação destes seres ao meio.

Atividades

  • Ler o capítulo 11 do livro e o material produzido pela professora, fazer anotações no caderno sobre o que você achou relevante.
Back to top